O PODER DA AI NAS LOJAS INTELIGENTES

Com as lojas inteligentes habilitadas por AI, os varejistas estão observando menor perda de estoque, diminuindo a falta de produtos em estoque e entendendo melhor o comportamento dos clientes na loja, o que pode otimizar a comercialização dos produtos. Com os dados das câmeras e dos sensores, é possível realizar uma análise aprofundada e, assim, tomar decisões mais inteligentes, melhorar as operações e aumentar a eficiência. Além disso, essa mesma infraestrutura pode ser usada para agilizar o pagamento nos caixas, como sistemas de autoatendimento totalmente automatizados. Conheça os quatro casos de uso da AI no varejo.

 

Garantindo a segurança pública

Supermercados e comerciantes tiveram que mudar rapidamente para atender às necessidades de seus clientes, adequando-se à novos comportamentos de compra, aumento da demanda e necessidades de segurança da saúde. Saiba como os provedores de soluções estão aproveitando a tecnologia NVIDIA para melhorar o desempenho de inferência que mantém clientes e funcionários seguros, reconhecendo o distanciamento social, detectando temperaturas elevadas e apoiando a retirada de produtos na calçada.

PROTEÇÃO DE ATIVOS

Varejistas de todo o mundo perdem mais de US$ 100 bilhões por ano devido à perda de estoque, e metade desse valor é referente apenas à América do Norte.A análise de vídeo inteligente (IVA - Intelligent Video Analytics) pode reduzir a perda de estoque de modo preciso e eficiente. Com o reforço da proteção dos ativos nos pontos de venda, a redução de furtos na loja e a detecção de invasores, os funcionários podem impedir perdas em tempo real. Os varejistas podem aproveitar os sistemas de câmera existentes e instalar aplicativos de IVA de parceiros de software da NVIDIA para melhorar a proteção dos produtos e reduzir significativamente a perda de estoque.

ANÁLISE DE CLIENTES E LOJAS

Os dados das compras em lojas físicas e virtuais gerados por transações em pontos de venda, câmeras e sensores oferecem informações valiosas que ajudam a identificar as preferências dos clientes. Já os sistemas de IVA podem disponibilizar dados demográficos e criar mapas de calor, revelando as áreas mais populares dentro das lojas.

Os varejistas estão usando esses dados para entender melhor o comportamento e as preferências dos clientes, oferecer promoções em lojas físicas e virtuais que aumentem a receita da empresa e criar uma experiência de compra mais satisfatória.

 

AI PARA COMPRAS AUTÔNOMAS

Lojas de conveniência inteligentes, onde os clientes usam o celular para efetuar o pagamento, estão cada vez mais populares, e a expectativa é que o número de unidades quadriplique a cada ano nos próximos três anos. As soluções vão desde  carrinhos de compras com AI, lojinhas e máquinas de venda automática inteligentes até lojas totalmente automatizadas. Com essas soluções, os varejistas podem oferecer aos clientes uma experiência de compra prática e mais rápida, além de aumentar a receita e a margem de lucro.

OPERAÇÕES DE LOJA

Os atendentes são os representantes das empresas de varejo, então faz sentido diminuir o tempo que eles gastam com tarefas que não são voltadas para o cliente, como as contagens de estoque ou a verificação de produtos fora de estoque. Grandes varejistas estão usando a robótica para realizar essas tarefas básicas e repetitivas. Essa tecnologia é capaz de examinar itens para verificar a quantidade em estoque, o local correto na prateleira e a precisão do preço, além de organizar os itens descarregados dos caminhões de acordo com a prioridade e o departamento.

A maioria dos fornecedores de soluções usa GPUs da NVIDIA com a plataforma de IVA edge-to-cloud Metropolis da NVIDIA para desenvolver máquinas de logística de armazenamento, robôs de manufatura e assistentes inteligentes que automatizam tarefas repetitivas.

Inscreva-se e receba as notícias mais atuais sobre varejo da NVIDIA.